Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2009

Exercitar-se na hora do parto reduz chance de cesárea e dor

E dá-lhe fisioterapia!!!!!!


CLÁUDIA COLLUCCI - da Folha de S.Paulo

Praticar exercícios fisioterápicos durante o parto aumenta a tolerância à dor, reduz o uso de fármacos e diminui o tempo até o nascimento do bebê, conclui um estudo feito no Hospital Universitário da USP. Entre as grávidas que fizeram as atividades, o índice de cesarianas ficou em 11%. A média, na instituição, é de 20%.

No SUS, a taxa de cesáreas é de 28% e na rede privada e suplementar chega a 90%. A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda que o índice seja de, no máximo, 15%.

Na pesquisa, foram avaliadas 132 gestantes do primeiro filho, com gravidez a termo: 70 foram acompanhadas por fisioterapeuta e fizeram os exercícios preconizados no trabalho de parto e outras 62 tiveram acompanhamento obstétrico normal, sem os exercícios. As gestantes do estudo foram orientadas a ficar em várias posições, fazer movimentos articulares e pélvicos, relaxamento do períneo e coordenação do diafragma.

A fisioterapeuta Eliane Bio, aut…

Vídeo: vibração da voz no parto.

Aumentem o som......... e deliciem-se!



Naitre_enchantee
Enviado por magalidieux


"A abordagem da vibração da voz parece-me essencial para o acompanhamento da dor e da progressão do trabalho de parto no parto". Magali Dieux complementa que o nascimento acontece nas melhores condições possíveis. Corinne Adler, parteira na maternidade Bluets liberais, agrega informação: "Numa altura em que, na França, nove décimos dos nascimentos ocorrem sob anestesia, totalmente controlada pela medicina, Magali é uma das pioneiras!"

Corte tardio do cordão umbilical pode ser "vacina" contra anemia

Estudo da Saúde aponta a relação entre o tempo de clampeamento e a saúde do bebê no primeiro ano de vida Estudo realizado pela Secretaria da Saúde, por meio do Instituto de Saúde, aponta que crianças que tiveram o clampeamento (corte) do cordão umbilical ao menos um minuto após o nascimento possuem nível de ferritina superior àquelas que tiveram o cordão cortado imediatamente ao nascer, reduzindo o risco de desenvolver anemia no primeiro ano de vida. O estudo levou em consideração casos de 224 crianças de uma maternidade da Zona Sul da Capital nascidas de abril de 2006 amarço de 2007. Dessas, 115 tiveram clampeamento tardio (cerca de um minuto após o parto) e 109 tiveram o cordão umbilical cortado logo após o nascimento. A taxa de ferritina encontrada nas crianças com clampeamento tardio foi de 123,15 nanogramas por ml de sangue contra 105,5 nanogramas por ml de sangue nas demais crianças.Os bebês foram avaliados aos três e seis meses de vida quanto aos níveis de ferritina (estoque de…

Centro de Parto Natural de Campinas começa a funcionar......

Durante o feriado prolongado, nasceu Clarissa, filha da Stella e do Paulo no primeiro parto no Centro de Parto Natural do Hospital Santa Edwiges.

Clarrisa nasceu de parto de cócoras e a mamãe não recebeu analgesia. Mãe e bebê passam super bem!!!!

Parabéns mamãe e bebê!!!! Muita saúde e leite!!!!

Cesariana prejudica relação afetiva entre mãe e bebê, diz estudo

Mães que dão à luz naturalmente respondem mais ao choro dos filhos do que as que fazem parto por cesariana, sugere uma pesquisa americana. Tomografias dos cérebros de 12 mães realizadas poucas semanas depois de elas darem à luz mostraram mais atividade em áreas ligadas à motivação e emoções nas que escolheram o método natural de nascimento. A equipe da Universidade de Yale afirma que as diferenças nos hormônios gerados no nascimento podem ser a peça-chave para explicar o fenômeno. As contrações, principal característica do nascimento natural, provocam a liberação da oxitocina, um hormônio que os cientistas acreditam que desempenha um papel fundamental no comportamento das mães. O parto por cesariana não libera o mesmo hormônio. Depressão O estudo mostrou que além das diferenças de atividade em áreas do cérebro responsáveis pela resposta aos filhos, a região …

Parto Domiciliar - reportagem BBC

Aí vai a tradução porca do Google de uma reportagem da BBC sobre Parto Domiciliar (PD)!Eu tentei ajeitar um pouco..... Acho que dá pra entender!!!

Link da reportagem em inglês:BBC


O maior estudo deste tipo encontrou que para as mulheres de baixo risco, o parto em casa é tão seguro como fazê-lo no hospital.

A pesquisa realizada nos Países Baixos - que tem uma alta taxa de PD - não encontrou nenhuma diferença em taxas de óbito de uma das mães ou bebês em 530.000 nascimentos.

Parto domiciliares (PD) têm sido muito debatidos no meio preocupações sobre sua segurança.

Obstetras do Reino Unido congratulou-se com o estudo - publicado na revista BJOG - mas disseram que pode não se aplicar o PD universalmente.

O número de mães que dão à luz em casa no Reino Unido tem aumentado. De todos os nascimentos na Inglaterra e no País de Gales em 2006, 2,7% ocorreram no domicílio, segundo o Instituto Nacional de Estatística.

A pesquisa foi realizada nos Países Baixos após números mostrarem que o país tinha uma …

Mãe Natureza

Dá-lhe instinto materno!!!!!






Pais tb tem instinto materno? rss




Bela apresentação!!

Na Obstetrícia, o termo "apresentação" se refere à posição do bebê quando ele atinge a região perineal. E pensando nesse tema, achei uma foto lindíssima de uma apresentação cefálica.... e aí, uma bela imagem vale mais que mil palavras............

Momento: EU QUERO!!!!

Gente, achei um site demais!!!! É o Zazzle!!! Eles produzem camisetas e acessórios relacionados à doulas, parteiras e amamentação!!!! E não é só coisas femininas não! Tem para homens e crianças também! Muiiiiiito bacana a iniciativa!!!! EU QUEROOOOOOOO!!!! Pena que é site do exterior...... por isso, aceito doações e presentes, viu!?