Pular para o conteúdo principal

EPI-NO, o que é isso? [UPDATE]

Pois bem. Estava aqui lendo meus emails, quando vi uma mensagem de uma doula sobre o EPI-NO. Nunca havia ouvido falar nesse tal equipamento. Então perguntei para o todo poderoso Google, que só me retornou sites em inglês... hunf.

Mas pelo que pude entender, esse tal EPI-NO nada mais é que um instrumento à pressão usado para trabalhar o períneo de grávidas. Ou seja, nada mais é que um perineômetro que nós fisioterapeutas sempre usamos! rss

Só que esse vem com a promessa de diminuir a necessidade da episiotomia, a promover um período expulsivo mais suave e natural e ainda recuperar mais rapidamente à "forma" no pós-parto! Além de também tratar a incontinência e problemas sexuais, e ter um visual mais bonitinho e moderno!

Ele tem um visor e uma sonda que é inflada após a sua introdução na vagina da gestante, trabalhando e alongando assim a musculatura perineal.


EU, não sei se gosto ainda da idéia. Precisava ler mais, conhecer o aparelho, testá-lo...  Mas ainda acredito que uma avaliação, uma boa orientação, disciplina para realizar os exercícios de Kegel e massagem perineal no finalzinho da gestação funcionam tanto quanto o EPI-NO ou o Perina, que nós fisioterapeutas brasileiros costumamos utilizar na prática clínica (mas que não infla taaaaaaaaanto quanto o EPI-NO)

O Perina e o EPI-NO



Mas e vocês, o que acham?

[UPDATE] 

Obtive mais informações a respeito do EPI-NO! A própria revista do CREFITO publicou uma matéria suuuuper legal a respeito do aparelho (que vocês podem conferir, clicando AQUI!)
E depois de ler, me informar, trocar informações com outros profissionais, decidi testar! E aprovei! EPI-NO está fazendo sucesso!! Ajudando mulherada se conhecer, ter noção da força da musculatura perineal delas, a ter mais contato com seu corpo e sensações, e consequentemente facilitando o momento da expulsão (o que logicamente, também tem mostrado menores lacerações!).
É um recurso bem válido! Mas ainda assim não deve ser motivo de "neuras"... Massagem perineal, exercícios de contração e relaxamento, e muita atividade sexual também são recursos pra se trabalhar o períneo, viu? Mas pra quem além do "arroz com feijão", quiser um recurso a mais, acho que vale a pena testar. 
Ficaram interessadas?? Acessem o site brasileiro do EPI-NO: http://www.epi-no.com.br/


Comentários

ia disse…
Existem informações no site do Epi-No português http://www.partosemreceios.com/
Ana Willis disse…
É excelente! Eu tenho, usei na gravidez da minha filha que nasceu em casa e recomendo para todas as minhas amigas grávidas. Há onde encontrar Epi-no aqui no Brasil?? Eu comprei em Israel onde meus filhos nasceram.

Ana Willis
www.divinadadiva.blogspot.com
fsmulher disse…
Sei que este post é antigo, mas gostaria de falar que caso alguém se interesse, eu sou fisioterapeuta especializada em saúde da mulher, trabalho em São Paulo - capital e tenho uns epi-no para locação!
E todas que alugaram o epi-no tiveram sucesso no parto e mantiveram seus perineos integros! Todas recomendaram!
Caso tenha alguém interessada, pode entrar em contato comigo!
Obrigada,
Ft Angela May Iwama
http://fsmulher.com

Postagens mais visitadas deste blog

Linha Purpura e parto

Durante a gestação o corpo da mulher se modifica, se pigmenta e algumas linhas se formam... Uma das linhas mais conhecidas é a linha nigra, aquela linha escura que aparece no abdome da maioria das gestantes devido alterações hormonais e que depois some...  Mas agora conhecemos uma outra linha, menos perceptível (por estar mais escondida) mas com uma função maravilhosa: indicar indiretamente a evolução do trabalho de parto! Sim!!! O corpo consegue expressar qual o nível de descida do bebê e dilatação do colo através de uma linha que aparece no bumbum: a linha purpura!! Não é demais????? Eu já havia notado a linha purpura em gestantes, mas nunca me atentei para ela... nem imaginava porque ela existia!!! A linha purpura foi descrita e estudada apenas por parteiras cujos estudos já são meio antigos (1990 e 1998) e este ano voltou a ser comentada através da tese de livre docência da Dra. Nádia Zanon Narchi, que resolveu usar a linha purpura como método auxiliar de avaliação de fase ativa do t…

Secreções vaginais durante a gestação e parto

FAQ do site da ONG Amigas do Parto...




Que tipos de secreções vaginais uma gestante pode apresentar?
Durante a gestação e o trabalho de parto as mulheres podem apresentar secreções vaginais consideradas fisiológicas ou não a depender de suas características e época de aparecimento. Basicamente temos 4 tipos de perdas vaginais:
1. Corrimento vaginal
2. Sangramento
3. Tampão mucoso
4. Líquido amniótico
Como são as características de um corrimento vaginal fisiológico?
A cavidade vaginal é como a cavidade oral, assim como temos saliva na boca, temos uma certa quantidade de corrimento na vagina, algumas mulheres têm mais e outras menos. Durante a gestação, a quantidade desta secreção fica aumentada e tem como característica ser esbranquiçada, com odor característico da vagina que não é desagradável como de peixe estragado, e também não é acompanhada de coceira. A gestante também não apresenta ardor ou dor na relação sexual. A coloração do corrimento deve ser observada quando está saindo e nã…

Exercícios para o parto

FOTO 1 -Exercícios Kegel
Durante o último mês da gravidez, alguns exercícios simples podem ajudar a preparar seus músculos para o trabalho.

Comece com exercícios Kegel, que ajudam a manter o tônus dos músculos pélvicos. Basta apertar os seus músculos pélvicos como se você parar o fluxo de urina. Tente manter por cinco segundos, por quatro ou cinco vezes. Depois tente manter os músculos contraídos durante 10 segundos, relaxando 10 segundos entre as contrações. Objetivo é realizar, pelo menos, três séries de 10 repetições por dia. Você pode fazer os exercícios em pé, sentada ou deitada.

FOTO 2 - O alfaiate sentado
O alfaiate sentado trabalha os músculos das coxas e pélvis. Também melhora a postura, mantém as articulações pélvicas flexíveis e aumenta o fluxo sanguíneo para a região mais baixa do corpo.

Para praticar a posição, sente no chão com suas costas retas. Junte as plantas dos pés, puxe o calcanhar para sua virilha e suavemente relaxe os joelhos. Você vai se sentir um estirament…