Pular para o conteúdo principal

Novo equipamento mede a elasticidade do períneo

 Shutterstock
Novo equipamento mede a elasticidade do períneo e traz mais segurança no parto normal

O aparelho permite que a gestante fortaleça a região e evite cortes desnecessários na hora do parto

O Departamento de Obstetrícia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) desenvolveu um aparelho que mede a elasticidade do períneo (região entre a vagina e o ânus) de gestantes. O equipamento – o primeiro no mundo criado para essa finalidade – permitirá ao obstetra avaliar com mais segurança a necessidade de uma episiotomia, corte na região realizado durante o parto normal para facilitar a passagem do bebê e evitar uma possível laceração (quando o bebê rompe). O corte pode causar demora na retomada da vida sexual, incontinência urinária e dificuldade de movimentação.

A medição poderá acontecer no terceiro trimestre de gestação. Se for constatada rigidez no períneo que possa prejudicar o parto normal, o médico indicará exercícios e massagens para melhorar a elasticidade e fortalecer a região.

Para desenvolver o modelo, a fisioterapeuta da Unifesp Miriam Zanetti e a obstetra Mary Nakamura, conduziram um estudo com 227 gestantes usando um aparelho alemão que tem a finalidade de melhorar a elasticidade da região. Miriam fez a adaptação para o novo aparelho em parceria com obstetras. "Já testamos o protótipo em algumas gestantes, e o produto se mostrou eficaz. Hoje não existe método para avaliar se é preciso ou não fazer episiotomia. Quem decide é o médico", diz Miriam. Indica-se a episiotomia quando o período expulsivo se torna muito prolongado, há sofrimento fetal, é indicado o uso de fórceps e quando o obstetra observa risco iminente de rompimento do períneo.

O novo aparelho vai ajudar o médico a tomar a decisão. Será de muito uso tanto para evitar episiotomias desnecessárias quanto para indicá-las e evitar lacerações graves. 


MINHA OPINIÃO:
Então...

"A medição poderá acontecer no terceiro trimestre de gestação. Se for constatada rigidez no períneo que possa prejudicar o parto normal, o médico indicará exercícios e massagens para melhorar a elasticidade e fortalecer a região."


Certo... mas massagens e exercícios deveriam ser indicados SEMPRE: antes, durante e depois da gestação. Não aianta indicar isso só no terceiro trimestre. Outra coisa... se há rigidez não se faz mil exercícios porque pode piorar, aumentando a rigidez... nesse caso é preciso de relaxamento, soltar esse períneo... E também, se o períneo está rígido, o trabalho será mais prolongado exigindo mesmo intervenção da fisio.... não adianta só orientaçãozinha médica.
Não sei se um aparelho vai mudar muita coisa.... Os médicos não avaliam o períneo da mulher nunca (eu pelo menos nunca passei por um ginecologista que tenha avaliado meu períneo) e nem sei se vão fazer isso com aparelho. Outra coisa, as vezes o períneo está bacana, mas lááááá no expulsivo ele pode ficar "rígido" por tensão, por falta de noção de como fazer as forças, por ter um expulsivo conduzido com pressa, etc.... Então sei lá se esse aparelho vai ajudar. Pra mim ainda é um aparelho para conduzir pesquisas...
.. Ou se duvidar, os médicos que adoram um bisturizinho vão medir e indicar a episio pra todas afinal "o aparelho mostrou que seu períneo tá ruim, ó"... Tipo a cardiotoco sabe? Sempre eles enxergam sofrimento fetal, então quem prova que eles não enxergarão sempre falta de elasticidade perineal?

Enfim... é a MINHA opinião. Não sei o quevocês acham..... então, falem aí! rss

Comentários

CAROL SATYRO disse…
Vi essa reportagem na crescer on line e já tinha feito esse mesmo comentário que tu Renata...

nunca vi, nemhum obstetra verificar se a parturiente precisa ou não de episio... faz e pronto...

O aparelho não mudará em nada... só os preços das consultas...

beijos
Shilola disse…
Oi Re...
Eu que não entendo patavina do assunto concordo com o que vc disse. Mas caraca, exatamente por não enteder patavina do assunto fiquei me perguntando se já existe, ou seria o caso de muita pesquisa, pra descobrir como deixar o períneo relaxado para facilitar na hora do parto... :S
Caraca, e peço desculpas pelo comentário, mas é bem como vc disse... eu tinha aquela dúvida sobre o que exatamente um fisioterapeuta fazia. E agora gata, to passada com tanta informação!
Muitos parabéns... ;)
Carol
Nali disse…
Bem.. um comentário de uma Fisio Obstétrica.. sinceramente? quem vai continuar salvando os períneos das minhas pacientes são minhas mãos mesmo! Bom, aqui pelo menos tenho certeza que nem vão querer ouvir falar sobre o assunto... eles pudiam inventar um aparelho de aumentasse a elasticidade cerebral de alguns GO's sobre parto natural humanizado por exemplo.. :)
bjo Rê!
Camila disse…
Bom, como leiga e grávida posso dizer que meu GO se quer mencionou o meu períneo em uma das poucas vezes em que falamos do parto normal, até porque logo se esquivou e disse que talvez não possa me acompanhar nessa hora e que o parto pode ser feito por plantonista...
Não acredito que o aparelho iria nem entrar no consultório dele...

Postagens mais visitadas deste blog

Linha Purpura e parto

Durante a gestação o corpo da mulher se modifica, se pigmenta e algumas linhas se formam... Uma das linhas mais conhecidas é a linha nigra, aquela linha escura que aparece no abdome da maioria das gestantes devido alterações hormonais e que depois some...  Mas agora conhecemos uma outra linha, menos perceptível (por estar mais escondida) mas com uma função maravilhosa: indicar indiretamente a evolução do trabalho de parto! Sim!!! O corpo consegue expressar qual o nível de descida do bebê e dilatação do colo através de uma linha que aparece no bumbum: a linha purpura!! Não é demais????? Eu já havia notado a linha purpura em gestantes, mas nunca me atentei para ela... nem imaginava porque ela existia!!! A linha purpura foi descrita e estudada apenas por parteiras cujos estudos já são meio antigos (1990 e 1998) e este ano voltou a ser comentada através da tese de livre docência da Dra. Nádia Zanon Narchi, que resolveu usar a linha purpura como método auxiliar de avaliação de fase ativa do t…

Secreções vaginais durante a gestação e parto

FAQ do site da ONG Amigas do Parto...




Que tipos de secreções vaginais uma gestante pode apresentar?
Durante a gestação e o trabalho de parto as mulheres podem apresentar secreções vaginais consideradas fisiológicas ou não a depender de suas características e época de aparecimento. Basicamente temos 4 tipos de perdas vaginais:
1. Corrimento vaginal
2. Sangramento
3. Tampão mucoso
4. Líquido amniótico
Como são as características de um corrimento vaginal fisiológico?
A cavidade vaginal é como a cavidade oral, assim como temos saliva na boca, temos uma certa quantidade de corrimento na vagina, algumas mulheres têm mais e outras menos. Durante a gestação, a quantidade desta secreção fica aumentada e tem como característica ser esbranquiçada, com odor característico da vagina que não é desagradável como de peixe estragado, e também não é acompanhada de coceira. A gestante também não apresenta ardor ou dor na relação sexual. A coloração do corrimento deve ser observada quando está saindo e nã…

Exercícios para o parto

FOTO 1 -Exercícios Kegel
Durante o último mês da gravidez, alguns exercícios simples podem ajudar a preparar seus músculos para o trabalho.

Comece com exercícios Kegel, que ajudam a manter o tônus dos músculos pélvicos. Basta apertar os seus músculos pélvicos como se você parar o fluxo de urina. Tente manter por cinco segundos, por quatro ou cinco vezes. Depois tente manter os músculos contraídos durante 10 segundos, relaxando 10 segundos entre as contrações. Objetivo é realizar, pelo menos, três séries de 10 repetições por dia. Você pode fazer os exercícios em pé, sentada ou deitada.

FOTO 2 - O alfaiate sentado
O alfaiate sentado trabalha os músculos das coxas e pélvis. Também melhora a postura, mantém as articulações pélvicas flexíveis e aumenta o fluxo sanguíneo para a região mais baixa do corpo.

Para praticar a posição, sente no chão com suas costas retas. Junte as plantas dos pés, puxe o calcanhar para sua virilha e suavemente relaxe os joelhos. Você vai se sentir um estirament…