Pular para o conteúdo principal

Tentando engravidar?

Repassando matéria da Revista Pais & Filhos!


Ficar grávida não é fácil como nas novelas, a gente sabe. Separamos algumas dicas para te ajudar no processo!

Ficar grávida não é fácil como nas novelas, a gente sabe. Claro, algumas mulheres de sorte não têm problemas para engravidar logo que decidem que estão prontas, mas, para a maioria, o processo pode ser lento, e isso pode nos afetar emocionalmente. Mas fique calma! Mesmo casais perfeitamente saudáveis e férteis só têm 25% de chance de conceber durante cada ciclo menstrual - e somente se os parceiros tiverem menos de 35 anos. Ou seja, ficar grávida pode dar algum trabalho.

E desde quando ter filho é fácil em algum momento? Mas ouvir o coraçãozinho do bebê batendo no ultrassom vale todo o esforço. Por isso, separamos algumas dicas para aumentar as suas chances de engravidar.

Em primeiro lugar, é importante saber o básico:

• Só por que o esperma pode sobreviver por até seis dias dentro do útero antes da ovulação não significa que ele irá conseguir. O mais comum é durar de 1 a 3 dias.

• A fertilização é possível até um dia após a ovulação. Um óvulo sobrevive entre 12 e 24 horas após ter sido liberado do ovário. Embora seja mais provável que o óvulo seja fertilizado por um espermatozóide que já está nas trompas, se o esperma entra no útero durante esse período, a fertilização pode ocorrer.

• Claro que você já ouviu falar que quanto mais relações sexuais você tiver, mais chances você tem de conceber, não? Na verdade, isso não é necessário - a sua melhor chance de engravidar é de 1 a 3 dias antes do início da ovulação, por isso tente nessa época, e faça uma pausa depois.

Para quem está tendo problemas para conceber, estar em sintonia com você e o corpo do seu parceiro é algo muito importante. As dicas abaixo podem dar uma mãozinha para aumentar a sua sorte.

• Acostume-se a verificar o seu ciclo. A gente sabe que é meio chato, mas contar os dias do seu ciclo menstrual vai ajudar a descobrir quando você está mais fértil, mas somente se seu ciclo é regular. Se você tem um ciclo de 28 dias, o seu período fértil é entre os dias 12 e 16 (quando você ovular). Embora seja mais provável que você engravide entre os dias 9 e 15, é possível conceber logo no dia 6 ou mais tarde, como no dia 17.

• Observe as mudanças na mucosa. Durante a ovulação, o muco cervical é mais escorregadio, molhado, e claro - similar à clara de ovo crua.

• Mantenha-se com um peso saudável. Se você estiver com sobrepeso ou baixo peso, é realmente importante que você fique saudável. Exercícios físicos e uma alimentação correta podem otimizar a fertilidade - você pode até tentar uma dieta pré-gravidez especial.

• Escolha uma posição sexual que facilite a penetração profunda. Quanto mais próximo o esperma ficar do muco cervical, maior a chance que tem de sobreviver à acidez da vagina.

• O orgasmo durante o sexo. Orgasmos não apenas nos fazem sentir bem, eles ajudam muito na tarefa de engravidar. As secreções alcalinas em seu útero e vagina durante o orgasmo aumentam o auxílio à mobilidade do esperma, e as contrações uterinas ajudam o esperma a se mover em direção às trompas, especialmente se o seu orgasmo acontecer antes ou ao mesmo tempo do que o do seu parceiro.

• Mantenha o pênis na vagina após a ejaculação. Espere até que ele fique macio para otimizar as suas chances de conceber.

• Deite-se pelo menos por meia hora depois da relação. Por mais bobo que possa parecer, a gravidade vai trabalhar, e se você levantar-se, o esperma pode vazar para fora, sem atingir o muco cervical. Eleve os quadris com um travesseiro para garantir.


Evite (para os homens e o casal):

• Ejacular de 2 a 3 dias antes do período fértil da parceira. Se o seu parceiro ejacular de 2 ou 3 dias antes do período fértil da sua parceira, isso vai aumentar o numero de espermatozóides para quando eles realmente forem necessários (quando sua parceira estiver ovulando) e melhorar suas chances de fertilização.

• Usar lubrificantes. Mesmo se o lubrificante não for espermicida, ele ainda pode inibir a mobilidade do esperma. Basta evitar todos.

E lembre-se: Não fique frustrada se levar muito tempo para conceber - é perfeitamente normal. Valerá a pena a espera. E quem nunca ouviu falar que quanto mais difícil uma conquista, mais ficamos felizes quando chegamos lá?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Linha Purpura e parto

Durante a gestação o corpo da mulher se modifica, se pigmenta e algumas linhas se formam... Uma das linhas mais conhecidas é a linha nigra, aquela linha escura que aparece no abdome da maioria das gestantes devido alterações hormonais e que depois some...  Mas agora conhecemos uma outra linha, menos perceptível (por estar mais escondida) mas com uma função maravilhosa: indicar indiretamente a evolução do trabalho de parto! Sim!!! O corpo consegue expressar qual o nível de descida do bebê e dilatação do colo através de uma linha que aparece no bumbum: a linha purpura!! Não é demais????? Eu já havia notado a linha purpura em gestantes, mas nunca me atentei para ela... nem imaginava porque ela existia!!! A linha purpura foi descrita e estudada apenas por parteiras cujos estudos já são meio antigos (1990 e 1998) e este ano voltou a ser comentada através da tese de livre docência da Dra. Nádia Zanon Narchi, que resolveu usar a linha purpura como método auxiliar de avaliação de fase ativa do t…

Secreções vaginais durante a gestação e parto

FAQ do site da ONG Amigas do Parto...




Que tipos de secreções vaginais uma gestante pode apresentar?
Durante a gestação e o trabalho de parto as mulheres podem apresentar secreções vaginais consideradas fisiológicas ou não a depender de suas características e época de aparecimento. Basicamente temos 4 tipos de perdas vaginais:
1. Corrimento vaginal
2. Sangramento
3. Tampão mucoso
4. Líquido amniótico
Como são as características de um corrimento vaginal fisiológico?
A cavidade vaginal é como a cavidade oral, assim como temos saliva na boca, temos uma certa quantidade de corrimento na vagina, algumas mulheres têm mais e outras menos. Durante a gestação, a quantidade desta secreção fica aumentada e tem como característica ser esbranquiçada, com odor característico da vagina que não é desagradável como de peixe estragado, e também não é acompanhada de coceira. A gestante também não apresenta ardor ou dor na relação sexual. A coloração do corrimento deve ser observada quando está saindo e nã…

Exercícios para o parto

FOTO 1 -Exercícios Kegel
Durante o último mês da gravidez, alguns exercícios simples podem ajudar a preparar seus músculos para o trabalho.

Comece com exercícios Kegel, que ajudam a manter o tônus dos músculos pélvicos. Basta apertar os seus músculos pélvicos como se você parar o fluxo de urina. Tente manter por cinco segundos, por quatro ou cinco vezes. Depois tente manter os músculos contraídos durante 10 segundos, relaxando 10 segundos entre as contrações. Objetivo é realizar, pelo menos, três séries de 10 repetições por dia. Você pode fazer os exercícios em pé, sentada ou deitada.

FOTO 2 - O alfaiate sentado
O alfaiate sentado trabalha os músculos das coxas e pélvis. Também melhora a postura, mantém as articulações pélvicas flexíveis e aumenta o fluxo sanguíneo para a região mais baixa do corpo.

Para praticar a posição, sente no chão com suas costas retas. Junte as plantas dos pés, puxe o calcanhar para sua virilha e suavemente relaxe os joelhos. Você vai se sentir um estirament…