Pular para o conteúdo principal

Deixem de ser palhaças!


Ontem li um artigo lá do Blog Mamíferas, que me fez pensar um bocado e me fez compreender o porque me sentia estranha quando participava de "rituais femininos"!  Eu nunca tinha enxergado os rituais femininos do chá de cozinha e chá de bebê como uma sequência idiota de humilhações... e me senti extramente mal por já ter participado dessas situações.. mas agora consegui perceber o que tanto me incomodava: o desrespeito gratuito.
Realmente é de péssimo gosto convidar várias pessoas para te humilhar e rir da sua cara só porque você vai se casar e/ou ser mãe. Porque fazer brincadeiras idiotas, rabiscar a pessoa, inventar micos, ridicularizar a mulher perante toda sua família e amigas? Porque se sujeitar a isso, porque pedir pra ser desrespeitada?
Já que a vida dessa mulher vai mudar, já que ela está toda envolvida por ansiedade, receios, desejos não deveria ser uma comemoração gentil? Não poderiam fazer uma roda de discussões, com dicas, conselhos, cheio de carinho... enfim, com coisas que realmente vão agregar na vida daquela mulher??? 
Porque atualmente, essas comemorações vão contra a gentileza... parece que a sociedade quer dizer "hahahahaha... se fud**, agora vai casar/ser mãe"... É estranho comemorar  o amor ridicularizando a mulher  não? É estranho comemorar a chegada de um bebê zoando a cara da mãe dele, não?
O pior é que as mulheres organizam esses rituais bizarros e ainda permitem que os homens fiquem de fora, ou comemorem de outra maneira. Quer ver um exemplo? Enquanto a mulher está sendo ridicularizada na frente de todas pessoas que elas gostam, muitos homens vão pra baladinhas com os amigos, enchem a cara  (quando ainda não se divertem com strippers) Enxergam a diferença? Ok.. há comemorações onde a mulherada também parte pros "clubes das mulheres"... mas aí pergunto, é realmente necessário? Se a mulher escolheu o marido dela, ama o cara, precisa comemorar seu último dia de solteira numa balada cheia de homem musculoso, sem pelo, rebolando e se esfregando nelas? Eu acho que não..
Acho ótimo fazer algum "ritual de passagem"... mas algo que seja bem bacana, que agregue, integre, some, ponha pra cima a mulher, mas sem vulgaridade, sem humilhação, sem coisas desnecessárias!
Não... não sou feminista, mas acho que realmente a mulherada precisa se valorizar. Deixar de ser maria-vai-com-as-outras... deixar de ser palhaça!
O problema é que sempre vão ter as que gostam de fazer esse papelão... achando que tudo é festa!
Enfim...... rss.... acho que filosofei demais. 
Agora vou ali... votar... rs

Comentários

Ana Luisa disse…
Oi Renata! Muito boa tua colocação! Também nunca havia caido a minha ficha e olha que me submeti a estes tiros bizarros. Vou passar esta idéia adiante! Obrigada!
Olá Renata, concordo com voce. Muito boa sua collocação, mas sinceramente acho que dificilmente as mulheres vão se conscientizar do ridículo a qual estão sendo submetidas, por livre e espotanea vontade!
Um abraço, Ana Flávia.
Kika disse…
Fantástico, Rê! Eu já estou sofrendo por antecipação porque vou ter que driblar as mulheres da família que vão querer fazer esse chá de bebê ridículo. Eu acabei cedendo ao chá de cozinha, para não gerar atrito, mas ficar estressada com o bebê na barriga NÃO VAI ROLAR. Obrigada por me dar mais alguns argumentos racionais, assim não vou parecer uma grávida louca de hormônios e cheia de manias.
Bjos!
Edivânia Jesus disse…
Oi Re, nunca tinha visto por este lado, mas concordo contigo sim.Estava pensando e até comentando com uma amiga esta semana que quando eu engravidasse não faria chá de bebê, não desta forma...
Agora tenho certeza que não farei rs..

Beijo Grande
Ariana Caetano disse…
Graças a DEus nao tenho do que reclamar dos meus... os dois -d cozinha e de bebe) foram bem e muito bem aproveitados.. fizemos algumas brincadeiras mas com todas as convidadas envolvendo coisas do assunto - casamento/maternidade - mas brincadeiras inteligentes e dignas!! hehe... roda de discussoes e conselhos enfim.. recebi muito apoio, incentivo, conselhos... foi muito legal e bem diferente desse "Comum" .. no entanto que muitas amigas me pediram pra organizar os dela pra conseguirem fugir dessa palhaçada tradicional... Se quiserem algumas dicas... So Pedir!!

Postagens mais visitadas deste blog

Linha Purpura e parto

Durante a gestação o corpo da mulher se modifica, se pigmenta e algumas linhas se formam... Uma das linhas mais conhecidas é a linha nigra, aquela linha escura que aparece no abdome da maioria das gestantes devido alterações hormonais e que depois some...  Mas agora conhecemos uma outra linha, menos perceptível (por estar mais escondida) mas com uma função maravilhosa: indicar indiretamente a evolução do trabalho de parto! Sim!!! O corpo consegue expressar qual o nível de descida do bebê e dilatação do colo através de uma linha que aparece no bumbum: a linha purpura!! Não é demais????? Eu já havia notado a linha purpura em gestantes, mas nunca me atentei para ela... nem imaginava porque ela existia!!! A linha purpura foi descrita e estudada apenas por parteiras cujos estudos já são meio antigos (1990 e 1998) e este ano voltou a ser comentada através da tese de livre docência da Dra. Nádia Zanon Narchi, que resolveu usar a linha purpura como método auxiliar de avaliação de fase ativa do t…

Secreções vaginais durante a gestação e parto

FAQ do site da ONG Amigas do Parto...




Que tipos de secreções vaginais uma gestante pode apresentar?
Durante a gestação e o trabalho de parto as mulheres podem apresentar secreções vaginais consideradas fisiológicas ou não a depender de suas características e época de aparecimento. Basicamente temos 4 tipos de perdas vaginais:
1. Corrimento vaginal
2. Sangramento
3. Tampão mucoso
4. Líquido amniótico
Como são as características de um corrimento vaginal fisiológico?
A cavidade vaginal é como a cavidade oral, assim como temos saliva na boca, temos uma certa quantidade de corrimento na vagina, algumas mulheres têm mais e outras menos. Durante a gestação, a quantidade desta secreção fica aumentada e tem como característica ser esbranquiçada, com odor característico da vagina que não é desagradável como de peixe estragado, e também não é acompanhada de coceira. A gestante também não apresenta ardor ou dor na relação sexual. A coloração do corrimento deve ser observada quando está saindo e nã…

Exercícios para o parto

FOTO 1 -Exercícios Kegel
Durante o último mês da gravidez, alguns exercícios simples podem ajudar a preparar seus músculos para o trabalho.

Comece com exercícios Kegel, que ajudam a manter o tônus dos músculos pélvicos. Basta apertar os seus músculos pélvicos como se você parar o fluxo de urina. Tente manter por cinco segundos, por quatro ou cinco vezes. Depois tente manter os músculos contraídos durante 10 segundos, relaxando 10 segundos entre as contrações. Objetivo é realizar, pelo menos, três séries de 10 repetições por dia. Você pode fazer os exercícios em pé, sentada ou deitada.

FOTO 2 - O alfaiate sentado
O alfaiate sentado trabalha os músculos das coxas e pélvis. Também melhora a postura, mantém as articulações pélvicas flexíveis e aumenta o fluxo sanguíneo para a região mais baixa do corpo.

Para praticar a posição, sente no chão com suas costas retas. Junte as plantas dos pés, puxe o calcanhar para sua virilha e suavemente relaxe os joelhos. Você vai se sentir um estirament…