Pular para o conteúdo principal

E a Semana Mundial do Aleitamento Materno começou!

União de grupos da região, que atuam na orientação de gestantes e mães, traz a Campinas, Sumaré e Americana semana recheada de atividades para mães e bebês 

 Depois de nove meses de espera e muita angústia, muitas mamães iniciam, com a chegada do bebê, um período de sofrimento ainda maior, o da amamentação. O aleitamento materno é ainda no nosso país um tema cheio de controvérsias e tabus. E com o objetivo de abordar o assunto e desmistificar conceitos, grupos de Campinas, Sumaré e Americana, que atuam gratuitamente na orientação e auxílio a gestantes e mães em fase de amamentação, se uniram e organizaram uma programação para participarem da SMAM – Semana Mundial de Aleitamento Materno, que acontece anualmente na primeira semana de agosto.

Com nesta segunda-feira (1º), as atividades acontecerão em locais variados nas três cidades e contará com profissionais das mais diferentes áreas da saúde em que o aleitamento materno e a amamentação podem ser discutidos. Serão palestras, oficinas, aulas, rodas de bate papo e carrinhada de bebês para que as mamães e futuras mamães possam participar e receber orientações sobre os questionamentos diversos a respeito do tema. A melhor forma de amamentar, os reais benefícios do leite materno, amamentação prolongada, alimentação da mãe que amamenta e a relação mãe-bebê são alguns dos assuntos abordados nas atividades da SMAM.

Segundo a odontopediatra Karina Falsarella dos Santos, coordenadora do evento e do Grupo Vínculo, a ideia é unir os grupos da cidade e da região em prol da amamentação e do aleitamento materno. “Como profissional da saúde, verifico que muitas mães, mesmo as bem esclarecidas, ainda tem dúvidas e conceitos formados em relação ao tema. Os benefícios da criança que é aleitada e amamentada são inúmeros e perpetuam para toda a vida. O importante é que os bebês recebam o leite materno, mesmo nos casos em que a mãe não pode amamentar, é para isso que temos os bancos de leite e nem todo mundo conhece. Nosso objetivo é de esclarecer e chamar a atenção para esta importância e auxiliar essas mamães”, esclarece. 

Confira a programação completa AQUI!

Comentários

Oi Renata!

Que informação importante! Pode avisar as mamães que tem promoção de um livro-guia amamantação aqui?

http://www.viajenaleitura.com.br/2011/07/socorro-eu-nao-sei-amamentar-grasielly.html

Bjosss

Postagens mais visitadas deste blog

Linha Purpura e parto

Durante a gestação o corpo da mulher se modifica, se pigmenta e algumas linhas se formam... Uma das linhas mais conhecidas é a linha nigra, aquela linha escura que aparece no abdome da maioria das gestantes devido alterações hormonais e que depois some...  Mas agora conhecemos uma outra linha, menos perceptível (por estar mais escondida) mas com uma função maravilhosa: indicar indiretamente a evolução do trabalho de parto! Sim!!! O corpo consegue expressar qual o nível de descida do bebê e dilatação do colo através de uma linha que aparece no bumbum: a linha purpura!! Não é demais????? Eu já havia notado a linha purpura em gestantes, mas nunca me atentei para ela... nem imaginava porque ela existia!!! A linha purpura foi descrita e estudada apenas por parteiras cujos estudos já são meio antigos (1990 e 1998) e este ano voltou a ser comentada através da tese de livre docência da Dra. Nádia Zanon Narchi, que resolveu usar a linha purpura como método auxiliar de avaliação de fase ativa do t…

Secreções vaginais durante a gestação e parto

FAQ do site da ONG Amigas do Parto...




Que tipos de secreções vaginais uma gestante pode apresentar?
Durante a gestação e o trabalho de parto as mulheres podem apresentar secreções vaginais consideradas fisiológicas ou não a depender de suas características e época de aparecimento. Basicamente temos 4 tipos de perdas vaginais:
1. Corrimento vaginal
2. Sangramento
3. Tampão mucoso
4. Líquido amniótico
Como são as características de um corrimento vaginal fisiológico?
A cavidade vaginal é como a cavidade oral, assim como temos saliva na boca, temos uma certa quantidade de corrimento na vagina, algumas mulheres têm mais e outras menos. Durante a gestação, a quantidade desta secreção fica aumentada e tem como característica ser esbranquiçada, com odor característico da vagina que não é desagradável como de peixe estragado, e também não é acompanhada de coceira. A gestante também não apresenta ardor ou dor na relação sexual. A coloração do corrimento deve ser observada quando está saindo e nã…

Exercícios para o parto

FOTO 1 -Exercícios Kegel
Durante o último mês da gravidez, alguns exercícios simples podem ajudar a preparar seus músculos para o trabalho.

Comece com exercícios Kegel, que ajudam a manter o tônus dos músculos pélvicos. Basta apertar os seus músculos pélvicos como se você parar o fluxo de urina. Tente manter por cinco segundos, por quatro ou cinco vezes. Depois tente manter os músculos contraídos durante 10 segundos, relaxando 10 segundos entre as contrações. Objetivo é realizar, pelo menos, três séries de 10 repetições por dia. Você pode fazer os exercícios em pé, sentada ou deitada.

FOTO 2 - O alfaiate sentado
O alfaiate sentado trabalha os músculos das coxas e pélvis. Também melhora a postura, mantém as articulações pélvicas flexíveis e aumenta o fluxo sanguíneo para a região mais baixa do corpo.

Para praticar a posição, sente no chão com suas costas retas. Junte as plantas dos pés, puxe o calcanhar para sua virilha e suavemente relaxe os joelhos. Você vai se sentir um estirament…