O fisioterapeuta como profissional de suporte à parturiente

Após 2 anos, finalmente saiu a publicação do meu artigo científico que escrevi junto com minha parceira, amiga e também "fisiodoula", Gabi Zanella!!
O artigo é uma pequena revisão de literatura sobre os recursos que nós fisioterapeutas podemos usar para ajudar a gestante em trabalho de parto. Nada muito complexo nem diferente do que as doulas usam! 
Porém, esse artigo tem como intuito mostrar que o fisioterapeuta pode sim integrar a equipe das maternidades por aí, e que o trabalho a ser desenvolvido é simples, exige pouco investimento e o retorno tende a ser muito satisfatório! É uma alternativa para as cidades que não possuem doulas e/ou hospitais que alegam não ter espaço para acompanhantes! Tenho certeza que nosso trabalho dentro dos centros obstétricos auxiliariam muitas gestantes!!

Para quem quiser ler e salvar o artigo, aqui está o link para o texto completo na SciELO: Artigo


O fisioterapeuta como profissional de suporte à parturiente
Gabriela Zanella BavarescoI; Renata Stefânia Olah de SouzaII
 
RESUMO
O controle da dor no trabalho de parto e no parto, assim como a prevenção do sofrimento são alguns dos objetivos da equipe obstétrica, a qual deve trabalhar para garantir à mulher um parto seguro e satisfatório. Há diversos recursos que podem ser utilizados pelo fisioterapeuta enquanto membro da equipe obstétrica para proporcionar confiança, conforto e alívio da dor à parturiente durante o trabalho de parto. O suporte fisioterapêutico inclui banhos, crioterapia, massagens, técnicas respiratórias, deambulação, posições verticais e a neuroeletroestimulação transcutânea (TENS). Através da pesquisa bibliográfica realizada concluiu-se que a TENS para analgesia ainda aparece com resultados inconclusivos. Todavia, todos os outros recursos aparecem na literatura como vantajosos e que devem ser estimulados durante o período de dilatação e expulsão. O fisioterapeuta mostrou-se útil no acompanhamento da mulher durante o processo parturitivo, ajudando na redução da percepção dolorosa e na diminuição do tempo de trabalho de parto.
Palavras-chave: Fisioterapia, Gestação, Trabalho de parto, Parto, Dor

0 comentários: