História do Presunto de Ação de Graças

          "Em uma cidade, no dia de Ação de Graças, as mulheres sempre faziam um presunto assado. Elas sempre cortavam a ponta do presunto. Um dia, uma chef de cozinha chegou na cidade e notou esse costume. E então perguntou para uma mulher: "Porque você sempre corta a ponta do presunto?" A mulher, desconcertada com a pergunta, pensou um pouco antes de responder: "Minha mãe sempre cortou a ponta do presunto. Como eu cresci vendo ela fazer isso, eu faço também. Mas eu não sei o motivo."
          A curiosa chef foi então perguntar à outras mulheres, porque se cortava a ponta do presunto antes de assá-lo. Para a surpresa e decepção da cozinheira, elas deram a mesma resposta.: A mãe delas sempre cortavam a ponta do presunto, por isso elas também cortavam. 
       Agora, a chef precisava ir mais afundo nisso e descobriu que a primeira pessoa a fazer o corte no presunto era uma senhorinha, muito velhinha e foi até ela perguntar o porquê daquilo: "Porque a senhora corta a ponta do presunto antes de assá-lo? Era porque sua mãe fazia isso também?" 
     A humilde senhorinha, sorriu e respondeu: "Não minha querida. Eu corto o presunto pois a assadeira que eu tenho é pequena demais e o presunto não cabe lá."

.
Muitas vezes a episiotomia de rotina é feita porque os médicos aprenderam com seus professores que é melhor fazê-la. E esses professores aprenderam com seus professores, que por sua vez também tiveram seus professores... e desde 1799, esse procedimento vem sendo realizado e ensinado!
Mas lembrem-se mulheres,  a episiotomia foi criada por um motivo: para auxiliar o médico em partos laboriosos, difíceis!  Porém hoje em dia, muitos serviços de saúde continuam "aparando o presunto" só porque ouviram dizer que é bom!
Não se deixem enganar! O corpo é de vocês e vocês têm todo direito de querer protegê-lo!!
Episiotomia sem necessidade, NÃO!!!!!!!!

0 comentários: