Pular para o conteúdo principal

Dicas de etiqueta para visitar mãe e bebê

O pós-parto é um período agitado! Agitado para a mãe, pai e para o bebê, que ainda estão se conhecendo, se adaptando a nova rotina, se deparando com os primeiros desafios e tendo que lidar com o cansaço. 

As visitas precisam entender que é um momento de recolhimento, doação e intimidade entre casal e aquele bebê que acabou de chegar.

Por isso, mamães e papais... estabeleçam regras para visitas antes de seus bebês nascerem, e avisem suas famílias e amigos, para que todos estejam cientes e colaborem com a nova rotina. Isso evitará angústias e aborrecimentos desnecessários!

E você, que vai  visitar alguma amiga/amigo que recentemente ganhou bebê (mas que não passou nenhuma orientação específica),  leia essas dicas! Muitas dicas foram escritas pela Dra. Melania Amorim, mas eu e a doula Gisele Leal adicionamos mais algumas!!

Boa visita! =)

1 - Se a mãe desejar visitas na maternidade, aproveite esse momento para visitá-la, pois no hospital ela e o bebê  estarão sob cuidados da equipe médica e o local terá estrutura suficiente para receber bem as visitas, o que pode não ser uma realidade na residência da gestante. Entretanto, no hospital, não visitem no primeiro dia!! Se o trabalho de parto foi longo e ela ficou a noite inteira sem dormir, ela precisará descansar. Caso você não faça a visita na maternidade, então ESPERE!!! Os primeiros dias pós-parto são desgastantes, e a mãe além de cansada certamente estará sentindo alguns desconfortos... Por isso segure a sua ansiedade, e em torno de 15 a 30 DIAS pós-parto ligue para combinar a sua visita. Após esse período a família estará mais organizada e calma para te receber.

2 - NUNCA, mas NUUUUUUNCA MESMO, chegue sem avisar (mesmo sendo mãe ou sogra da mulher). O pós-parto é um período em que a mãe deve se dedicar exclusivamente ao seu bebê e ao seu bem-estar. Por isso, se você aparecer do nada pode acabar encontrando uma mulher descabelada, desarrumada, às voltas com cuidados com o bebê ou então dormindo!!!

3 - SEMPRE ligue para combinar um horário e ligue imediatamente antes para confirmar se o momento é adequado. Casa com bebê novinho não tem horários fixos, e a sua visita deve ser o conveniente para mãe e bebê, e não para você. CHEGUE NO HORÁRIO COMBINADO, não se atrase nem se antecipe. 

4 - NÃO PEÇA PARA PEGAR NO BEBÊ. Além de você estar trazendo os germes da rua, o que pode preocupar algumas (várias) mães, você corre o risco de ela dizer "não" (com toda a razão) e você ficar sem graça. Também não toque ou beije o bebê, pelo mesmo motivo.  

5 - SE a mãe permitir e você for segurar o bebê, lave bem as mãos. Isso a deixará bem mais tranquila!

6 - NÃO TIRE O BEBÊ do colo da mãe se ele começar a chorar e parecer que ela não sabe o que fazer (e talvez nem saiba mesmo, nesse primeiro momento, mas isso não te dá o direito de interferir se ela não desejar). Isso pode deixá-la frustrada e se sentindo incapaz. Nada bom!!!

7- NÃO queira acordar o bebê, e tampouco "esticar" a visita até que ele acorde, o que pode prolongá-la indefinidamente e impacientar a mãe. A prioridade é o conforto do bebê, que deve dormir sossegadamente...

8 - NÃO se preocupe em dar presentes para o bebê. Na visita pós-parto, vale mais levar alguma refeição ou lanche, do que presentes. Mas se isso for muito importante para você, então opte por presentes úteis e se possível, que a mãe vá usar logo! 

9- Se estiver doente, NÃO visite. Acho que dispensa explicações!!

10- Pergunte se ela está precisando de alguma coisa. Se não sabe o que fazer numa visita pós-parto, veja então se a mãe está precisando de alguma ajuda com a casa. Lavar uma louça, varrer a sala, ficar de olho no bebê enquanto ela toma um banho gostoso...

11- NÃO julgue! Lembre-se a nova família está em adaptação, se conhecendo ainda... e mesmo que seja tudo muito recente, NÃO interfira na rotina que a família estabeleceu... nem fale sobre a sua experiência sem que alguém tenha te perguntado. Isso é desagradável. Além disso, cada família tem seu modo de agir...Portanto, deixe seus palpites, histórias negativas e qualquer outro tipo de comentário na porta de entrada. Cada casal cuida do seu bebê da forma que bem entendem, e ninguém tem nada a ver com isso!!!

12- Lembre-se.... bebês mamam! E nem toda mãe se sente confortável em dar de mamar na frente dos outros. Antes de ser mãe ela não expunha seus seios para os amigos... porque deveria fazer isso agora??? Talvez seja uma boa hora para encerrar a visita... ou então não se sinta mal, se a mãe se ausentar para dar de mamar.

13 - A visita deve ser CURTA, no máximo 30 minutos, a menos que expressamente a mãe convide você para ficar. Não fique esperando que a mãe te dê o máximo de atenção. Agora ela não está em momento de fazer "social". Deixe para por o papo e colocar as novidades em dia em outra ocasião. Prolongar a visita irá interferir na rotina da casa e perturbar os cuidados com o bebê.
.
14 - NUNCA, em hipótese alguma, diga para a mãe dar mamadeira com leite artificial. A mensagem que você passa para ela é que o leite dela é fraco e ela não é capaz de amamentar. Tenha certeza que essa mulher irá nutrir por você um sentimento nada bom pro resto da vida dela. Se quer ajudar, fale para ela procurar ajuda de uma especialista em amamentação, ou para procurar ajuda no banco de leite mais próximo dela.

14 - Se a mulher foi submetida a uma cesárea, está debilitada. Não visite a menos que seja para ajudar nos afazeres domésticos, cuidar da roupa e da comida para que ela possa se recuperar mais rapidamente.


E não esqueçam do maaaaaaaaaaaaaais importante: o pós-parto é um momento de grandes alterações físicas, hormonais, emocionais, sociais. A mulher precisa se sentir bem e descansada para produzir leite adequadamente. Então, DÊ UM TEMPO para ela!! NÃO A ESTRESSE!! 

A máxima do pós-parto é: SE NÃO FOR AJUDAR, NÃO ATRAPALHE!!


Um beijo

Comentários

Unknown disse…
Ai gostei! Eu terei bebê esse mês e fiquei pensando em como estarei cansada, dormindo pouco, me adaptando à chegada dele e à nova rotina da casa e ainda ter que receber um monte de gente! Principalmente minha sogra que se mete e fala sem noção!

Postagens mais visitadas deste blog

Linha Purpura e parto

Durante a gestação o corpo da mulher se modifica, se pigmenta e algumas linhas se formam... Uma das linhas mais conhecidas é a linha nigra, aquela linha escura que aparece no abdome da maioria das gestantes devido alterações hormonais e que depois some...  Mas agora conhecemos uma outra linha, menos perceptível (por estar mais escondida) mas com uma função maravilhosa: indicar indiretamente a evolução do trabalho de parto! Sim!!! O corpo consegue expressar qual o nível de descida do bebê e dilatação do colo através de uma linha que aparece no bumbum: a linha purpura!! Não é demais????? Eu já havia notado a linha purpura em gestantes, mas nunca me atentei para ela... nem imaginava porque ela existia!!! A linha purpura foi descrita e estudada apenas por parteiras cujos estudos já são meio antigos (1990 e 1998) e este ano voltou a ser comentada através da tese de livre docência da Dra. Nádia Zanon Narchi, que resolveu usar a linha purpura como método auxiliar de avaliação de fase ativa do t…

Secreções vaginais durante a gestação e parto

FAQ do site da ONG Amigas do Parto...




Que tipos de secreções vaginais uma gestante pode apresentar?
Durante a gestação e o trabalho de parto as mulheres podem apresentar secreções vaginais consideradas fisiológicas ou não a depender de suas características e época de aparecimento. Basicamente temos 4 tipos de perdas vaginais:
1. Corrimento vaginal
2. Sangramento
3. Tampão mucoso
4. Líquido amniótico
Como são as características de um corrimento vaginal fisiológico?
A cavidade vaginal é como a cavidade oral, assim como temos saliva na boca, temos uma certa quantidade de corrimento na vagina, algumas mulheres têm mais e outras menos. Durante a gestação, a quantidade desta secreção fica aumentada e tem como característica ser esbranquiçada, com odor característico da vagina que não é desagradável como de peixe estragado, e também não é acompanhada de coceira. A gestante também não apresenta ardor ou dor na relação sexual. A coloração do corrimento deve ser observada quando está saindo e nã…

Exercícios para o parto

FOTO 1 -Exercícios Kegel
Durante o último mês da gravidez, alguns exercícios simples podem ajudar a preparar seus músculos para o trabalho.

Comece com exercícios Kegel, que ajudam a manter o tônus dos músculos pélvicos. Basta apertar os seus músculos pélvicos como se você parar o fluxo de urina. Tente manter por cinco segundos, por quatro ou cinco vezes. Depois tente manter os músculos contraídos durante 10 segundos, relaxando 10 segundos entre as contrações. Objetivo é realizar, pelo menos, três séries de 10 repetições por dia. Você pode fazer os exercícios em pé, sentada ou deitada.

FOTO 2 - O alfaiate sentado
O alfaiate sentado trabalha os músculos das coxas e pélvis. Também melhora a postura, mantém as articulações pélvicas flexíveis e aumenta o fluxo sanguíneo para a região mais baixa do corpo.

Para praticar a posição, sente no chão com suas costas retas. Junte as plantas dos pés, puxe o calcanhar para sua virilha e suavemente relaxe os joelhos. Você vai se sentir um estirament…